Observatório do Direito à Alimentação e à Nutrição 2021 é lançado na 49ª Sessão do CSA

Durante a 49ª Sessão do Comitê de Segurança Alimentar Mundial (CSA) da Organização das Nações Unidas para Alimentação e a Agricultura (FAO), realizada virtualmente de 11 a 14 de outubro, foi lançada a edição 2021 do Observatório do Direito à Alimentação e à Nutrição – Esse menu não é nosso: falsas soluções para a fome e a subnutrição.

O material, dividido em quatro artigos, foi organizado pela Rede Global para o Direito à Alimentação e à Nutrição (Global Network for the Right to Food and Nutrition) e contou com a participação de diversas organizações e movimentos sociais, inclusive do Brasil, como o Coletivo de Entidades Negras (CEN) e o Fórum Brasileiro de Soberania e Segurança Alimentar e Nutricional (FBSSAN).

O texto “O Surgimento do Discurso dos ‘Sistemas Alimentares’ e as Soluções Corporativas para a Fome e a Desnutrição”, que abre a publicação, foi elaborado pela nutricionista brasileira Elisabetta Recine, em parceria com os advogados Ana María Suárez Franco (FIAN International) e Colin Gonsalves (Supremo Tribunal da Índia). Eles debatem como o sistema alimentar industrial evoluiu e ganhou poder nos últimos 70 anos, marginalizando sistemas alimentares existentes, enfraquecendo a autoridade das instituições públicas no combate à fome e desnutrição e tratando as pessoas como simples consumidores de alimentos, em vez de detentores de direitos.

Para conferir a edição 2021 do Observatório do Direito à Alimentação e à Nutrição, clique aqui.

Receba novidades no seu e-mail

Ipgs nas redes sociais