ONU realizará Cúpula de Sistemas Alimentares em setembro

A Cúpula de Sistemas Alimentares será realizada pela ONU novamente este ano, em setembro de 2021, durante a Semana de Alto Nível da Assembleia Geral das Nações Unidas. O evento ocorrerá no contexto da Década de Ação para alcançar os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável até 2030, campanha organizada pela organização.

A organização da Cúpula e de seus resultados é comandada por estrutura criada pelos Secretariados da ONU e da FAO, a Organização para a Alimentação e a Agricultura, composta predominantemente por representantes da academia, setor privado e ONGs dos países desenvolvidos. O evento pretende acelerar esforços em prol do cumprimento dos objetivos de desenvolvimento sustentável por meio da transformação dos sistemas alimentares.

Os trabalhos da Cúpula são organizados em cinco linhas de ação: a primeira é a garantia do acesso a alimentação saudável, segura e sustentável para todos; a segunda são padrões de consumo saudáveis e sustentáveis; a terceira é a produção em escala de alimentos positivos para a natureza; a quarta é promover o sustento e a distribuição de valor equitativa e a quinta é a construção de resiliência contra vulnerabilidades, choques e tensões.

Portal do MRE

No Brasil, o Ministério das Relações Exteriores tem promovido reuniões e consultas com órgãos da administração pública federal. O MRE tem sido o responsável pela articulação e coordenação do diálogo nacional no que diz respeito à cúpula.

No último dia 15, o MRE lançou o site para fomentar este diálogo com a sociedade civil, a academia e o setor privado. De acordo com a pasta, todos os setores ligados aos sistemas alimentares estão convidados a participar.

Participação nos diálogos

Como informa o CFN, o diálogo nacional será organizado em duas rodadas, em maio e julho, por videoconferência. A participação dos interessados pode ser confirmada através do preenchimento do formulário de inscrição, constante no site criado pelo MRE.

Caso o participante tenha interesse em tomar a palavra nas discussões, deverá indicar esta ideia expressamente no formulário de inscrição. Os representantes de entidades e organizações terão prioridade nos debates, caso o tempo acabe sendo insuficiente para todos serem ouvidos. Para obter mais informações, basta acessar o seguinte link.

Receba novidades no seu e-mail

Ipgs nas redes sociais