Atendimento remoto de nutricionistas a pacientes é prorrogado pelo CFN até o fim da pandemia

Neste mês de março, entrou em vigor a Resolução CFN nº 684, prorrogando o disposto inicialmente na Resolução CFN nº 646, dando continuidade à autorização ao atendimento online de pacientes por parte dos nutricionistas durante a pandemia de Covid-19. De acordo com o texto da nova resolução, agora os nutricionistas estão autorizados a manter os atendimentos remotos, inclusive em primeira consulta, até que a Organização Mundial da Saúde declare oficialmente o fim da pandemia.

Conforme destaca o Conselho Federal de Nutricionistas, o CFN, “O objetivo da decisão é, principalmente, garantir a continuidade da prestação da assistência nutricional com segurança para a população brasileira e para os profissionais durante esta pandemia e, também, reforçar a necessidade do nutricionista na linha de frente do combate ao novo coronavírus.”

Esse entendimento é reforçado pela nutricionista Rita Ferreira Frumento, presidente do CFN, ao afirmar que “a medida é excepcional e responde à conjuntura atual, onde profissionais e pacientes precisam trabalhar e, obviamente, serem atendidos com segurança. É uma questão de sensibilidade e confiança na categoria, que vai continuar respeitando o nosso Código de Ética e servindo à sociedade”.

Essa modalidade de atendimento especial em razão da Covid-19 foi autorizada e vem sendo realizada desde 2020, quando a pandemia começou. Os critérios, protocolos e orientações para a assistência nutricional por meio não presencial foram dispostos na Resolução CFN nº 666, de 30 de setembro de 2020, e continuam valendo. Nos seguintes links, você pode acessar e conferir os textos da Resolução nº 646, da Resolução nº 666 e da mais recente, a Resolução nº 684.

Receba novidades no seu e-mail

Ipgs nas redes sociais