4  DICAS PARA MONTAR UM CARDÁPIO ATRATIVO E NUTRITIVO PARA CRIANÇAS
24/04/2019 | Colunista: iPGS | Categoria: Nutrição
4 DICAS PARA MONTAR UM CARDÁPIO ATRATIVO E NUTRITIVO PARA CRIANÇAS
Confira algumas dicas práticas para ajudar a montar um cardápio que seja, ao mesmo tempo, nutritivo e atrativo para os pequenos.


Planejar as refeições das crianças é uma árdua tarefa, porém, muito importante. Mães e nutricionistas se desdobram na tentativa de elaborar receitas nutritivas para os pequenos, porém, muitas vezes, a resposta deles, ao olhar o prato, é simplesmente: não gosto!

 

Esse tipo de reação é muito comum, principalmente quando são oferecidos alimentos como frutas e verduras. Mesmo sem experimentar o alimento, apenas pelo aspecto, já se recusam a comer. Mas a boa notícia é que essa dificuldade pode sim ser superada! Através do processo conhecido como “familiaridade com o alimento”, as crianças vão aos poucos se acostumando com esses alimentos que normalmente são recusados logo de cara, e a desconfiança vai desaparecendo.


Para entendermos melhor como preparar uma alimentação ao mesmo tempo nutritiva e atrativa para as crianças, convidamos a professora Mariana Brito, da nossa Pós-Graduação EAD em Nutrição em Pediatria, e também da Pós-Graduação presencial em Nutrição Maternoinfantil, para dar 4 dicas que vão ajudar muito nutricionistas e mães nessa tarefa! Anota aí:

 

1.   Varie a forma de preparo: Use sua criatividade à vontade! Por exemplo, um alimento como a cenoura, pode ser oferecido de forma variada: ralada, cozida, no suflê, na panqueca, no bolo, no suco, etc. Varie a forma de preparo do alimento e descubra o que agrada mais ao pequeno.


2.  Torne a comida divertida: Use pratos coloridos, cortadores de biscoito para cortar frutas e verduras em formatos divertidos, prepare uma salada no formato de um palhaço ou borboleta, faça espetinhos com frutas, legumes e vitaminas coloridas. Crianças têm uma boa resposta a estímulos visuais, portanto, use isso a seu favor.


3.     Leve a criança para a cozinha: O preparo de uma receita promove familiaridade com o alimento, assim, será bem mais fácil a criança aceitar um prato que ela mesmo ajudou a preparar. Esse processo também garante mais autonomia para a criança, e normalmente eles adoram participar!


4.   Não desista: O velho ditado de oferecer o mesmo alimento várias vezes faz sentido! Portanto, continue oferecendo, mesmo que haja recusas. Mais cedo ou mais tarde, na medida em que vai aumentando a familiaridade da criança com o alimento, sua desconfiança também tende a sumir.



            Como visto, é fundamental usar a criatividade para gerar na criança maior interesse pela comida. Ainda, quando eles também participam da parte de preparação dos pratos, eles ficam mais envolvidos com o processo, e assim, mais ansiosos pelo resultado. Aproveite essas dicas práticas, pois todas as ferramentas disponíveis são importantes na construção de um cardápio nutritivo para as crianças. 


         ExtraSe você quiser saber mais sobre Introdução Alimentar, confira o nosso curso de Educação Continuada EAD sobre o Método BLW. 



Deixe seu comentário
Comentários
Esta publicação ainda não possui comentários