Queda de cabelo relacionada ao COVID-19, disfunção que necessita de tratamento

O cabelo historicamente representa força e sensualidade. Atualmente possui papel importante na harmonização da face, na interação social, sexualidade e diferenciação pessoal.

Disfunções do couro cabeludo, muitas vezes, levam a quadros de depressão e isolamento social, despertando um olhar não somente para a estética mas também para a saúde.

Assim, vamos falar neste post de questões relacionadas ao cabelo, principalmente do impacto da pandemia de Covid-19.

Veja abaixo!

 

Sumário

Estética capilar

Nutracêuticos e Estética

Impactos da Covid-19 nos cabelos

Tratamentos

Novidades da área

Referências

 

Estética capilar

A estética capilar é o conjunto de procedimentos que estão relacionados a saúde e a boa aparência do couro cabeludo e dos fios.

De forma geral, envolve técnicas em tricologia, capilar, tratamento das patologias dos fios e do couro cabeludo como queda, dermatite seborreica e alopecia androgenética.

 

Nutracêuticos e Estética

Nutracêuticos são compostos alimentares que atuam como suplemento nutricional, podendo ser consumidos por diversos fatores e trazendo inúmeros benefícios aos usuários. Eles são formados por concentrações de nutrientes e vitaminas de diferentes substâncias, como alimentos ou plantas medicinais, por exemplo, em quantidades maiores do que na substância original, para maximizar o seu benefício.

Esses compostos agregam diferentes benefícios ao cotidiano de seus usuários. O termo nutracêutico, inclusive, foi criado justamente para trazer essa ideia de mistura entre alimento e remédio, mas de maneira natural. Dentre alguns benefícios, os nutracêuticos contribuem para uma melhor disposição, recuperação física, prevenção de doenças, melhor funcionamento do metabolismo, cuidado para a pele e também dos cabelos, e muito mais.

Por isso, seu uso vem crescendo cada vez mais no Brasil e no mundo, seja para fins medicinais, esportivos ou estéticos.

 

Impactos da Covid-19 nos cabelos

A alopecia tem sido identificada como um sintoma de início tardio em pacientes diagnosticados com Covid-19.

A causa da alopecia após quadros de Covid-19 ainda não foi totalmente esclarecida, mas já se sabe que ocorre uma alteração no ciclo do pelo levando ao eflúvio telógeno.

Normalmente, a causa da queda de cabelo ocorre em situações de estresse agudo, como, por exemplo, em indivíduos hospitalizados por longos períodos, e também naqueles com quadros mais graves e outros fatores como quadros de infecções, febre, anemia, pós cirurgias, uso de medicações, deficiência de vitaminas e minerais entre outros.


Tratamentos

Uma forma de tratar o eflúvio telógeno é, portanto, interromper a situação de estresse, tratar o processo inflamatório, suplementação de minerais, vitaminas e aminoácidos.

Geralmente, assim que encerrada a situação de estresse já se observa a recuperação do cabelo, podendo ser indicado uso ativos para reverter a perda dos fios por meio de técnicas como microagulhamento, intradermoterapia e laser.

Nos casos de covid-19, tem-se notado a ocorrência do eflúvio telógeno em pacientes internados e recuperados de casos mais graves, e até mesmo nos casos mais leves.

A queda geralmente inicia entre 2 a 3 meses após o início dos sintomas. Se a disfunção se prolongar pode levar a uma alopecia irreversível, por isso a importância de ter um acompanhamento com profissionais especializados em tricologia.

Disfunções capilares como o eflúvio telógeno afetam seriamente a qualidade de vida dos pacientes, principalmente em termos de fatores socioemocionais. As causas exatas pelo qual o vírus induz a queda de cabelo ainda é desconhecida, mas sabe-se que a condição psicossocial dos pacientes está intimamente ligadas à queda de cabelo pelo estresse gerado pelo COVID-19.

 

Todas as novidades na área

A Faculdade iPGS lançou recente a publicação mais atualizada do mercado de estética do país: O Guia das Melhores Áreas de Estética de 2022.

No guia, você encontra as informações completas e detalhadas de todas as principais atividades relacionadas a esse setor atualmente.

Confira o conteúdo de forma gratuita no seguinte link!


Referências

• ALMEIDA, Mayara Gabrielle Miranda; ALMEIDA, Carla Beatriz Miranda; DE VASCONCELOS, Tiberio Cesar Lima. Eflúvio telogeno pós-COVID. Research, Society and Development, v. 11, n. 8, p. e7611830452-e7611830452, 2022.

• DO NASCIMENTO, Maria Esther Tormin Vieira; HÜBNER, Luciane Bravi. A Queda de Cabelo e a Covid-19: Possíveis Relações. BWS Journal, v. 5, p. 1-10, 2022.