Metodologias Ativas de Aprendizagem, Inovações Tecnológicas e Ensino a Distância: saiba tudo sobre isto

Hoje vamos falar aqui no blog sobre temas relacionados a um conceito muito atual dentro da Educação, que são as metodologias ativas de aprendizagem. Vamos abordar esse método no contexto da grande evolução tecnológica que ocorreu nos últimos anos, transformando completamente a forma tradicional de ensinar e aprender.

Atualmente, existem vários dispositivos digitais portáteis e instantâneos diferentes, que podem ser utilizadas para aprender – e ensinar - em qualquer local, horário e formato.

A evolução tecnológica que já vinha acarretando no aumento das adesões ao ensino remoto, foi ainda mais acelerada após o início da pandemia, e o crescimento do desenvolvimento das práticas de metodologias ativas de aprendizagem acompanharam esse movimento.

No meio de todas estas inovações na Educação, estão os professores e os alunos, que têm seus papéis cada vez mais modificados no processo de ensino e aprendizado.

Devido a essas inúmeras mudanças que vêm ocorrendo, é cada vez mais importante ampliarmos o debate acerca das transformações da Educação. As inovações tecnológicas e metodológicas trazem inúmeras novas possibilidades, que estão aumentando a capacidade dos alunos de participar da construção do seu próprio conhecimento com mais autonomia e protagonismo.

Confira todo o texto e seus principais temas abaixo:

Índice

Confira a ordem dos principais temas dispostos abaixo:

1. Metodologias Ativas de Aprendizagem

2. Tecnologias Digitais na Educação

3. Metodologias Ativas no Ensino Remoto

4. Professores, Metodologias Ativas e EAD

5. Metodologias Ativas e Tecnologias Digitais na Personalização do Ensino

6. Considerações Finais


1. Metodologias Ativas de Aprendizagem

As metodologias ativas de aprendizagem propõem uma mudança de paradigma em relação ao ensino tradicional. Neste formato mais moderno, o aluno passa a ter um papel de protagonista na construção do seu próprio aprendizado, deixando o papel de mero receptor de informações e conhecimentos passados de forma verticalizada somente por um professor.

Assim, as metodologias ativas se apresentam como estratégias de potencialização da aprendizagem por meio do maior envolvimento dos estudantes como atores principais do seu próprio processo de aprender, horizontalizando essa cadeia de produção de conhecimento.

Para atingir este objetivo, as metodologias ativas incentivam desde o início de sua prática o desenvolvimento de pensamento crítico nos alunos, estimulando-os a criar iniciativa e buscar soluções para os seus problemas.

Neste método, que pode ser aplicado com crianças, jovens e adultos, os estudantes são incentivados a avaliar, analisar, questionar, assimilar e complementar com autonomia as lições a eles ensinadas. E essa capacidade é ainda mais amplificada com o uso ilimitado dos novos dispositivos tecnológicos digitais.

Esse é um dos motivos pelo qual as chamadas metodologias ativas de aprendizagem estão diretamente relacionadas à revolução digital que está acontecendo no ensino: a partir do aumento da capacidade tecnológica, os alunos, mediados e orientados pelos professores têm mais condições de participar com uma maior contribuição no seu próprio aprendizado.

Por isso essa metodologia é chamada de ativa: pois os alunos participam diretamente da construção da sua aprendizagem, em um método que pode ser aplicado no período escolar, na graduação ou mesmo durante a pós-graduação e em cursos de atualização profissional.

Como podemos verificar, as novas tecnologias promovem uma gama infinita de possibilidades de criar novas ações de ensino e de aprendizagem, envolvendo um conjunto muito mais profundo de estratégias e possibilidades de produzir, buscar e assimilar conhecimento.

Portanto, o aluno desenvolve internamente a cultura de contribuir ativamente para o seu aprendizado, usando as novas ferramentas digitais por conta própria, como já é mais natural para as novas gerações. Com a facilidade proporcionada pela interatividade dessas novas plataformas, o aluno já é naturalmente incentivado a ter uma atuação mais direta na sua própria educação, contando com os ensinamentos e direcionamentos dos professores e também com o contato com os colegas.

 

2. Tecnologias Digitais na Educação

É importante comentar que o atual enorme impacto que as inovações tecnológicas infligem à Educação se insere no contexto do que muitos autores e historiadores definem como a Quarta Revolução Industrial. Essa revolução, caracterizando um momento histórico, se refere às inovações tecnológicas dos últimos anos em toda a sociedade, que mudaram paulatinamente praticamente todos os hábitos humanos.

A automação e posterior digitalização de vários processos que antes eram manuais e analógicos transformou para sempre a relação entre as pessoas e a maneira como as atividades são realizadas, incluindo ensinar e aprender.

Em um recorte um pouco mais amplo, o uso de novas tecnologias, principalmente as digitais, já vem impactando a Educação há muitos anos, desde pelo menos a popularização dos computadores, na década de 1990. Como essa novidade ingressou com relevância na vida de todos, os computadores também passaram a fazer parte dos ambientes de ensino fundamental e superior.

Desde esse período, professores, gestores e estudantes tentam traçar diretrizes para se adaptar da melhor forma à chegada das novas tecnologias à Educação. Contudo, as inovações tecnológicas nos últimos anos cresceram em uma velocidade incrível, e este desafio se torna ainda maior.

Mais recentemente, surgiu um novo modelo de ensino que leva em consideração a influência de uma série de fatores, tais como: a conectividade dos sistemas, novos métodos de acesso ao conhecimento, o surgimento da inteligência artificial, as novas plataformas digitais, análises de Big Data e muito mais.

A abertura do uso de plataformas digitais e novos aparelhos eletrônicos, inevitavelmente, acabou criando uma nova cultura de ensino, pois esses aparelhos criaram novos modos de viver e interagir em toda a sociedade.

Na Educação, esse movimento histórico não foi diferente. Assim, essas novas tecnologias inovaram tanto no conteúdo que agora passa a poder ser produzido nos ambientes escolares, bem como na forma como esse conteúdo é passado aos estudantes.

Ainda, após o surgimento dos computadores, da internet e principalmente do smartphone, a capacidade dos alunos de buscar novas fontes de conhecimento foi muito ampliada. Por isso, a adesão a esses novos dispositivos desde o início já favorecia o princípio das metodologias ativas de aprendizagem.

Sempre é bom destacar também que o acesso por si só às novas tecnologias não necessariamente é benéfico para o ensino. Os dispositivos eletrônicos são apenas uma ferramenta, que deve ser bem utilizada para que gere frutos positivos.

Desta forma, mesmo com a integração das inovações tecnológicas recentes no ensino, o uso destas ferramentas deve ser adequadamente orientado e mediado pelos professores, para que o aprendizado que possa ser proporcionado por estes dispositivos seja potencializado.

 

3. Metodologias Ativas no Ensino Remoto

Como já observado, as inovações tecnológicas vêm impactando a Educação já há alguns anos. Da mesma forma, essas novas ferramentas, quando utilizadas de forma adequada, também propiciam a prática das metodologias ativas de aprendizagem. No encontro desses dois seguimentos surge a Educação a Distância, popularizada no Brasil pela sigla EaD.

O ensino a distância só existe, primeiramente, em razão das tecnologias digitais, senão nem seria possível de ser realizado. Em segundo lugar, por causa do seu formato remoto e intermeado pela tecnologia, também há maior incentivo para a aplicação das metodologias ativas de aprendizagem.

Inicialmente, o EaD foi encarado como um método de complemento de estudo, e também mais dedicado a pessoas que não teriam acesso, seja por qual seja o motivo, ao modelo tradicional de ensino. Contudo, esse formato evoluiu muito nos últimos anos, e teve um crescimento ainda mais acentuado a partir do início da pandemia. Hoje, é encarado como uma modalidade protagonista e verdadeiramente flexível e democrática, que cresce cada vez mais dentro do espectro da Educação brasileira e mundial.

As contínuas inovações tecnológicas cada vez mais abrem novas possibilidades para essa conexão entre professor e aluno. Dessa forma, o ensino a distância proporcionado pela evolução tecnológica também se torna uma proposta de metodologia educacional inovadora.

Como define o MEC, a Educação a Distância é a modalidade educacional na qual a mediação didático-pedagógica nos processos de ensino e aprendizagem ocorre com a utilização de meios e tecnologias de informação e comunicação, com estudantes e professores desenvolvendo atividades educativas em lugares ou tempos diversos.

No EaD, as aulas ainda podem ser síncronas ou assíncronas, mas o formato de aulas ao vivo e com horários e dias definidos, com interação real entre alunos, colegas e professores, vem ganhando cada vez mais espaço no circuito do ensino a distância.

Deste modo, por serem intrinsecamente ligados, as metodologias ativas de aprendizagem se integram perfeitamente ao ensino remoto, já que incentivam maior autonomia para realizar as atividades de ensino aos alunos.

Por essas metodologias inspirarem maior engajamento no estudante em função da motivação que desperta e do papel que propõe ao aluno, elas são ainda mais atrativas para aplicação no EaD, onde o ensino se dá de forma remota. Assim, o aluno foi complementando a compreensão das lições do seu conteúdo com outros aprendizados, como autonomia, comprometimento, engajamento e empenho.

 

4. Professores, Metodologias Ativas e EaD

São muitas mudanças acontecendo, que vêm cada vez mais rápidas, e é necessária uma adaptação de todas as partes envolvidas neste processo. Inclusive dos professores, que têm o seu papel modificado, mas que continuam como principais orientadores do processo de ensino.

Contudo, são muitas novas informações para assimilar, e muitos novas plataformas que influenciam diretamente em seu trabalho, pois novas metodologias pedagógicas e novos dispositivos tecnológicas estão ao mesmo tempo surgindo e convergindo.

A mudança iniciada pelas inovações tecnológicas e seguida pelo desenvolvimento do ensino a distância também causaram uma verdadeira transformação estrutural no ambiente escolar. Anteriormente, existiam apenas as salas físicas de aula, para onde o professor precisava se dirigir para fazer o seu trabalho.

No ensino remoto, muitas vezes o professor vai até a instituição de ensino e grava sua aula em um estúdio preparado especialmente para isso, mas outras tantas vezes o docente precisa gravar a aula da sua casa ou de seu escritório pessoal.

Ainda, os professores precisam se adaptar a uma diferente linguagem, pois ser gravado falando para uma câmera acarreta uma dinâmica muito diferente do que a didática aplicada em uma sala de aula física tradicional.

Como frisado anteriormente, apesar das facilidades geradas pelos novos dispositivos tecnológicos, os alunos ainda precisam da orientação do docente para maximizar o uso das novas ferramentas em seu benefício. O professor continua desempenhando o papel de autoridade no processo de ensino, pois é um especialista formado em Educação.

Em complemento, o docente também continua com o domínio do conteúdo que está sendo ensinado, por isso é a parte mais capacitada para direcionar a jornada de aprendizado dos estudantes.

Muito ainda se debate até que ponto as recentes mudanças no ensino estão modificando a atuação do professor na era do ensino digital. O fato é que essas transformações estão ocorrendo, e todos os docentes que desejarem fazer parte não podem deixar de fazer parte deste movimento. Por isso, daqui para frente, será fundamental para os professores se integrarem a essas mudanças, se adaptando às novas ferramentas tecnológicas e às novas metodologias pedagógicas o mais rápido possível.

 

5. Metodologias ativas e tecnologias digitais na personalização do ensino

São inúmeras as transformações acarretadas no ensino pelas inovações tecnológicas e as metodologias ativas de aprendizagem.

Além das mudanças que já comentamos, outra possibilidade que as novas metodologias propiciam é a da maior personalização do ensino. Esse conceito é muito importante dentro das atuais transformações pelas quais a Educação passa, pois também é uma ideia inovadora no processo de ensino e aprendizagem.

Como o próprio nome já induz, a personalização do ensino é a melhor adequação dos ensinamentos passados e do ritmo que eles são aplicados a cada estudante diferente. Antes, no modelo de ensino tradicional, isso nunca foi possível.

O que sempre ocorreu nas salas de aula era a figura do professor passando o mesmo conteúdo e da mesma forma para toda a turma. No modelo proposto pelas novas tecnologias e pelas novas metodologias, isso muda drasticamente.

Pelo lado pedagógico, nas metodologias ativas, os alunos participam também como protagonistas da construção do seu aprendizado. Ou seja, têm autonomia para fazer pesquisas, buscar conhecimento, exercícios, análises e questionamentos próprios.

Pelo lado tecnológico, hoje os estudantes têm muito mais dispositivos e plataformas para justamente buscar esse conhecimento. Ainda, também contam com novas formas de conexão com os professores, com os colegas e com outras possíveis fontes de informação.

Neste formato, com o acréscimo destas etapas onde os estudantes controlam o processo, eles têm mais capacidade de cumprir estas atividades em seu próprio ritmo.

O professor, como tem um contato direto com cada aluno, também pode assim personalizar os seus ensinamentos e orientações. Nem todas as pessoas aprendem na mesma velocidade, ou absorvem com a mesma facilidade conteúdos passados no mesmo formato para um grande grupo de estudantes.

A simples uniformização do processo de ensino a todos os alunos, que possuem entre si inúmeras diferenças, sempre foi uma das principais críticas ao modelo de ensino tradicional, o que no presente e no futuro passa a poder ser cada vez mais corrigido.

 

6. Considerações Finais

Hoje nós compartilhamos aqui considerações e apontamentos sobre metodologias ativas de aprendizagem, inovações tecnológicas na Educação, ensino a distância, personalização do ensino e muitos outros assuntos relacionados a estes temas.

A velocidade com que esses fatores vêm acarretando transformações na Educação nos últimos anos é impressionante, e muitas mudanças já chegaram de forma definitiva.

As metodologias ativas de aprendizagem são novos métodos pedagógicos de ensino que propõem um papel mais ativo e protagonista do aluno no processo de construção do seu conhecimento.

É um conceito inovador em relação ao modelo tradicional de ensino, onde o professor era o único que compartilhava informações, e os estudantes atuavam apenas como simples receptores. Com isso, o ensino se realiza de forma mais horizontalizada do que no modelo tradicional, onde esse processo possui apenas uma fonte de informações e é mais verticalizado.

Ao mesmo tempo, as inovações tecnológicas que vêm surgindo nos últimos anos facilitam e incentivam esse movimento. Hoje, existem muitos dispositivos disponíveis aos alunos para que eles busquem conhecimentos com autonomia e acessem novas fontes de informação como forma de complemento à sua formação e ao seu estudo.

A evolução tecnológica ainda proporcionou o surgimento do ensino a distância, modelo que vem sendo cada vez mais adaptado e explorado atualmente. Com o início da pandemia, houve uma evolução ainda mais acelerada deste processo que já vinha crescendo há alguns anos.

Além de influenciar o papel dos alunos, toda essa transformação também impacta diretamente no trabalho dos professores. Eles continuam fundamentais nesta relação de aprendizagem, pois são especialistas em Educação e tem domínio do conteúdo ensinado, mas também não podem deixar de se atualizar e se adaptar às inovações metodológicas e pedagógicas.

Ao mesmo tempo em que o tamanho do impacto dessas mudanças ainda é uma incerteza, o fato de que elas chegaram para ficar é uma certeza inequívoca.

 

 

Se você gostou deste texto, acompanhe o nosso blog, pois publicamos novos conteúdos em todas as semanas. Caso você tenha interesse em fazer algum curso aqui na nossa instituição, pode conferir tanto as opções de pós-graduação quanto os cursos de atualização profissional. Aproveite também para nos acompanhar no perfil @ipgsoficial do insta, pois compartilhamos muitas novidades interessantes por lá também. Caso haja alguma outra dúvida, por favor não hesite em entrar em contato conosco direto aqui pelo site ou mesmo através das nossas redes sociais. Obrigado pela leitura e até a próxima.