A importância da alimentação saudável para uma vida longa

Hoje em dia, a expectativa de vida no mundo e no Brasil está muito maior do que era há décadas atrás.

Por isso, cada vez mais se reflete sobre qualidade de vida e sobre envelhecimento saudável.

Um dos fatores que mais contribuem para se atingir um envelhecimento saudável é sem dúvidas manter uma nutrição adequada.

A alimentação e uma vida longa são dois temas diretamente ligados, que possuem uma relação intrínseca e de extrema importância um para o outro.

Pensando nisso, separamos aqui alguns dos principais segredos por trás do sucesso dessa ligação, que você precisa conhecer e começar a inserir na sua rotina.

Pegue o seu bloquinho de notas e vamos começar: confira o post completo abaixo!

 

Sumário

Alimentação saudável

Envelhecimento saudável

Avaliações médicas e nutricionais

Hábitos alimentares adequados

Beber água é essencial

Vida ativa

Saúde mental

Aprofunde os estudos


A importância da alimentação saudável para uma vida longa

Para começar esse post, é importante termos em mente o que cada um desses dois termos significa.

Em primeiro lugar, é preciso definir que manter uma alimentação saudável não está necessariamente ligado a fazer dietas, principalmente as restritivas.

Quando se fala hoje em dieta, muitas pessoas ainda pensar diretamente na ideia de restringir o consumo de alguns alimentos, pular algumas refeições ou até passar fome.

Algo que está fora de cogitação para todas as pessoas que realmente desejam se manter verdadeiramente saudáveis e bem nutridas.

Manter uma alimentação realmente saudável se baseia em diferentes pilares, como o equilíbrio, a variedade e a qualidade dos alimentos escolhidos para o consumo.

Dessa forma, é muito importante também ter regularidade para se alimentar, em horários adequados e com porções suficientemente nutritivas.

A variedade se refere a consumir alimentos de diversos grupos alimentares distintos, ricos em nutrientes, vitaminas e minerais.

Ao contrário do que muitas pessoas ainda podem imaginar, não é necessariamente preciso cortar alimentos para se manter uma alimentação saudável, mas sim aprender a comer de forma adequada.

Por isso, é tão importante que as pessoas sejam orientadas por nutricionistas para definir a sua alimentação.


Envelhecimento saudável

O conceito de envelhecimento saudável se refere a uma junção entre a ideia de viver longamente e também manter uma alta qualidade de vida neste ciclo.

Portanto, além de chegar a uma idade avançada, é importante também chegar neste período da vida de forma saudável e ativa.

Sendo assim, é muito importante pensar na relação entre alimentação e envelhecimento, pois o ato de se alimentar é um dos mais importantes para a nossa saúde, principalmente a longo prazo.

Para isso, podemos imaginar que o corpo humano funciona às vezes como uma grande máquina, onde tudo se relaciona.

Logo, tudo o que você ingere, tem impacto direto no seu corpo.

Não à toa, quanto mais alimentos ricos em sódio e gordura você come, mais aumenta o peso, o inchaço, o acúmulo de gordura abdominal, e com isso, aumenta o risco de desenvolvimento de doenças relacionadas a esses problemas.

Alguns exemplos são a diabetes e doenças cardiovasculares.

Em relação ao cuidado de idosos, hoje existem cursos de cuidador de idosos específicos, voltados também para ensinar mais sobre alimentação saudável nesta fase.

Com isso, é possível melhorar a vida dos idosos e garantir mais anos de vida com qualidade.

Sabendo que o corpo humano precisa deste equilíbrio entre alimentação e envelhecimento saudável, surge a dúvida de quais seriam os principais segredos para atingir este objetivo.

A partir disso, existem diferentes partes que compõem este segredo, e destacamos as principais a seguir.

 

Avaliações médicas e nutricionais

Para começar, é importante lembrar que todas as pessoas precisam saber o estado do seu corpo, para ter conhecimento do que já está bom e do que precisa melhorar.

Dessa forma, as avaliações médicas, e também as nutricionais, são de extrema importância para entender o que está acontecendo.

Além do mais, também é possível tratar doenças e outras condições mais rapidamente, evitando complicações futuras.

De forma geral, é importante manter um acompanhamento médico anual das principais questões, além de manter também um acompanhamento nutricional regular.

Por isso, sempre fique atento às suas condições e às recomendações dos profissionais que o orientam.


Hábitos alimentares adequados

Como já comentamos anteriormente, o tópico dois deste post é um dos segredos mais importantes que você vai carregar para a sua vida inteira: manter uma alimentação adequada.

Pensando nisso, para quem ainda não cultiva hábitos nutricionais saudáveis, é fundamental fazer uma mudança alimentar.

É preciso investir no consumo de alimentos mais saudáveis, e também no equilíbrio entre os grupos alimentares escolhidos para consumir.

Segundo a nutricionista, Luiza Ferracini Cunha,  "o excesso de controle é exatamente o que gera o descontrole. Quando falamos em uma vida saudável e equilibrada, precisamos ter em mente que isso não significa consumir apenas alimentos limpos. Permitir-se sair da rotina e entender que é necessário voltar é a chave para se manter saudável e para que esse estilo de vida dure por mais tempo. A melhor dieta é sempre a que o paciente vai seguir, independente de ser perfeita em termos nutricionais ou não.

Além do que se come, outros hábitos também auxiliam nesse processo de modificação de estilo de vida. Manter-se fisicamente ativo, tomar água e prezar pela sua saúde mental também é de extrema importância. Cada hábito saudável que adquirimos faz com que nos sintamos bem, e isso ajuda para que essas modificações sejam levadas para a vida.", comenta.


O foco principal aqui é manter uma nutrição adequada, objetivo mais facilmente atingido sob a orientação de nutricionistas profissionais.

Cada pessoa possui um metabolismo específico, e, portanto, precisam de planos alimentares personalizados. Contudo, podemos destacar aqui algumas dicas gerais, sempre reforçando a importância de buscar uma orientação profissional específica e adequada.

Veja algumas de nossas dicas abaixo:

. Fazer em torno de 5 refeições distribuídas ao longo do dia;

. Optar por alimentos integrais e orgânicos sempre que possível;

. Reduzir o consumo de bebidas alcoólicas e refrigerantes;

. Se alimentar com o máximo de alimentos possível de diferentes grupos alimentares;

. Não esquecer do consumo de frutas, legumes e verduras, de preferência in natura;

. Aumentar o consumo de chás e ervas com efeitos benéficos à saúde.

 

Beber água é essencial

O consumo de água é essencial para a nossa vida, pois é capaz de evitar diversos problemas de saúde.

Ao contrário do que algumas pessoas podem imaginar, consumir água regularmente é capaz de melhorar a própria nutrição, evitando a sobrecarga nos rins, melhorando a hidratação do corpo e fortalecendo o seu funcionamento.

Geralmente, o indicado é beber em torno de dois litros de água por dia.

Porém, você também pode fazer uma conta simples, que é multiplicar o seu peso por 35.

Se você pesa 70kg, multiplicando este número por 35, temos um total de dois litros e 450 ml de água por dia.

Para facilitar a ingestão, uma boa estratégia é fracionar as quantidades de água ao longo do dia, por exemplo.

Nutrir o corpo com água também traz mais energia e disposição, contribuindo de forma decisiva para você ter mais longevidade e mais qualidade de vida a longo prazo.

 

Vida ativa

Na quarta posição desta lista, abordamos a importância da realização das atividades físicas.

Ter uma vida ativa, com a prática de exercícios físicos regulares, aumenta muito a expectativa de vida, já que fortalece o corpo, principalmente músculos, coração e pulmões.

Para isso, você pode praticar qualquer tipo de atividade física, até as mais simples, como caminhadas, andar de bicicleta, pular corda ou praticar dança.

Outras opções muito buscadas hoje em dia incluem a hidroginástica, as artes marciais e a própria musculação.

O ideal é escolher alguma atividade que você realmente goste, e fazer, ao menos, três vezes na semana, por uma hora.

Todo esse esforço feito ao longo da vida vai contribuir para que você chegue em uma idade avançada com muito mais saúde e disposição.


Saúde mental

Por fim, podemos destacar aqui também outro dos principais segredos para se chegar a um envelhecimento saudável, que é sempre cuidar da sua saúde mental.

Sem cuidar da sua mente, e das suas emoções e sentimentos, esse percurso é muito mais tortuoso.

Manter uma alimentação equilibrada e realizar atividades físicas também contribuem para a saúde mental de cada um. Cada vez mais, a relação da nutrição com a mente vem sendo estudada por pesquisadores, principalmente através do comportamento alimentar.

Desse modo, o cuidado com a mente é essencial para ter uma vida longa e de qualidade, evitando assim a depressão, a ansiedade e outros transtornos e distúrbios semelhantes.

Por isso, quando cuidamos do nosso corpo, não podemos negligenciar o cuidado da nossa mente.


Aprofunde seus estudos

Como observado ao longo do post, existem vários aspectos que podem influenciar diretamente na qualidade de vida das pessoas em todos os seus ciclos.

Dentro destes fatores, naturalmente a Nutrição se destaca como um dos mais importantes.

Para os profissionais que desejam se aprofundar mais na relação entre alimentação, qualidade de vida e envelhecimento saudável, existem várias perspectivas pelas quais é possível abordar esse assunto.

Uma delas é através da Nutrição Clínica Estética, onde o profissional pode atuar tanto na prevenção de doenças crônicas, quanto também no cuidado da pele e ainda fortalecendo a autoestima do paciente, o que contribui de forma decisiva para o cuidado de sua saúde mental.

Outra possibilidade de mergulhar neste tópico é também estudando Nutrição Clínica Funcional. A Nutrição Funcional estuda os alimentos que possuem propriedades nutritivas extra benéficas ao ser humano, que também contribuem de forma decisiva para a saúde do paciente em todos os ciclos de sua vida.

Por fim, você ainda tem alguma dúvida ou gostaria de saber mais sobre o assunto?

Comente aqui embaixo ou aproveite para compartilhar as suas dicas e experiências com nossos leitores.

Aproveite também para deixar a sua dica do que gostaria de ver aqui na página.

Grande abraço e até o próximo post!

* Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Certificado Cursos Online, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre cursos, educação e diversos segmentos.

* A profissional citada neste artigo é Luiza Ferracini Cunha, Nutricionista CRN2 12980, Mestre em Ciências da Saúde - UFCSPA e Pós-graduanda em Nutrição Clínica e Estética - IPGS