A Educação do futuro já começou

Não sei se você ainda não parou para pensar no impacto da tecnologia na Educação, mas este é um caminho sem volta. Essa combinação está definindo o futuro do ensino, e mudará os rumos da Educação para sempre. Abaixo, vamos saber um pouco mais sobre essa ideia, também sobre Metodologia Ativa e o papel dos professores no meio dessa revolução.

Educação e Tecnologia

O impacto da tecnologia na Educação se insere no contexto do que muitos autores definem como a Quarta Revolução Industrial. Essa revolução se refere às inovações tecnológicas dos últimos anos, que mudaram praticamente todos os hábitos humanos. A automação de vários processos que antes eram manuais transformou para sempre a relação entre as pessoas, e a maneira como as atividades são realizadas, incluindo ensinar e aprender.

Essa revolução, naturalmente, também chegou à Educação. Dessa forma, surgiu um novo modelo de ensino, que leva em consideração a influência de uma série de fatores, tais como: a conectividade dos sistemas, novos métodos de acesso ao conhecimento, o surgimento da inteligência artificial, as novas plataformas digitais, análises de Big Data e muito mais. Ainda, é investigado como todas essas inovações impactam no cérebro humano, por isso a Neurociência também é muito importante dentro de todo esse conceito.

Metodologias Ativas

Outro pilar fundamental dentro dessa ideia de combinação da tecnologia com a Educação é o conceito de metodologias ativas de aprendizagem. As chamadas metodologias ativas estão diretamente relacionadas ao que é proposto por essa revolução que está acontecendo no ensino, pois a partir do aumento da capacidade tecnológica, os alunos gozam de maior protagonismo no seu próprio aprendizado. Por isso essa metodologia é chamada de ativa, pois os alunos participam diretamente da construção da sua aprendizagem, seja no período escolar, seja na graduação ou mesmo durante a pós-graduação.

Desse modo, as metodologias ativas integram o ensino online e off-line de forma flexível. Assim, o aluno desenvolve internamente a cultura de contribuir ativamente para o seu aprendizado, usando as novas ferramentas digitais por conta própria, como já é mais natural para as novas gerações. Com a facilidade proporcionada pela interatividade dessas novas plataformas, também cresce cada vez mais o estudo multidisciplinar, combinando diferentes áreas de conhecimento em um mesmo processo de ensino.

O papel dos professores no futuro da Educação

No meio de todo esse turbilhão de novidades estão os professores. São muitas novas informações para assimilar, e muitos novos dispositivos que influenciam diretamente em seu trabalho. Por isso, daqui para frente, será fundamental para os professores se integrarem a essas mudanças, se adaptando às novas ferramentas tecnológicas e atuando cada vez mais como mentores dos alunos e mediadores desse processo de absorção do conhecimento.

Essa nova postura dos professores se reflete em um dos processos mais avançados dentro dessa mudança pela qual a Educação vem passando: o learning by doing, ou “aprendendo fazendo” em tradução livre. O método se vale principalmente da experiência empírica e da vivência do aluno na experimentação direta. Assim, o professor atua justamente como um mentor, ou um orientador, num processo que também é facilitado principalmente pelas novas ferramentas tecnológicas disponíveis atualmente. De toda forma, a revolução da Educação já começou, e ninguém quer ficar de fora: nem os alunos nem os docentes.