16 de outubro: Dia Mundial da Alimentação

O Dia Mundial da Alimentação é comemorado, no mundo inteiro, em todo 16 de outubro. A data começou a ser celebrada em 1981, dois anos após a fundação da FAO, a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura. Atualmente, mais de 150 países fazem celebrações e atos de conscientização sobre questões relativas à nutrição e à alimentação e sua importância para a saúde e a sociedade.

Temas

Desde o início, o Dia Mundial da Alimentação adotou um tema principal diferente a cada ano, para destacar as áreas necessárias para a ação e fornecer um foco comum. A maioria dos temas gira em torno da agricultura porque apenas os investimentos na agricultura - juntamente com o apoio à educação e à saúde - poderão conduzir à erradicação da fome e da má nutrição. O tema de 2021 é “segurança alimentar hoje para um amanhã saudável”.

Confira os temas anteriores abordados:

1981: A comida vem primeiro.
1982: A comida vem primeiro.
1983: Segurança alimentar.
1984: Mulheres na agricultura.
1985: Pobreza rural.
1986: Pescadores e comunidades pescadoras.
1987: Pequenos produtores agrícolas.
1988: Juventude rural.
1989: Comida e ambiente.
1990: A comida e o futuro.
1991: árvores para vida.
1992: Comida e nutrição.
1993: Colhendo a diversidade da natureza.
1994: Água para a vida.
1995: Comida para todos.
1996: Lutar contra a fome e subnutrição.
1997: Investir na segurança alimentar.
1998: As mulheres alimentam o mundo.
1999: Juventude contra a fome.
2000: Um milênio sem fome.
2001: Combater a fome para reduzir a pobreza.
2002: Água: fonte de segurança alimentar.
2003: Trabalhar em conjunto por uma aliança internacional contra a fome.
2004: Biodiversidade para a segurança alimentar.
2005: Agricultura e diálogo intercultural.
2006: Investindo na agricultura para a segurança alimentar.
2007: O direito à comida.
2008: Segurança alimentar mundial: os desafios das mudanças climáticas e os biocombustíveis.
2009: Alcançar a segurança alimentar em tempos de crise.
2010: Unidos contra a fome.
2011: Os preços dos alimentos - da crise à estabilidade.
2012: Cooperativas agrícolas – a chave para alimentar o mundo.
2013: Sistemas sustentáveis agrícolas para a segurança alimentar e nutricional.
2014: Agricultura familiar: alimentar o mundo, cuidar da Terra.
2015: Proteção social e agricultura: quebrando o ciclo da pobreza rural.
2016: Mudanças climáticas: "O Clima está mudando. A alimentação e a agricultura precisam mudar também".
2017: Mudar o futuro da migração. Investir em segurança alimentar e desenvolvimento rural.
2018: As nossas ações são o nosso futuro. Um mundo com fome zero para 2030 é possível.
2019: Alimentação Saudável e Sustentável.
2020: Crescer, Nutrir, Sustentar. Juntos.

Insegurança Alimentar

De acordo com estatísticas da ONU, hoje cerca de 785 milhões de pessoas em todo o mundo não possuem alimentos diários suficientes para manter uma dieta efetivamente saudável. Esse número equivale a aproximadamente 1 a cada 9 habitantes do planeta.
O Brasil também contribui para essa triste estatística. Conforme aponta estudo recente da Rede Brasileira de Pesquisa em Soberania e Segurança Alimentar e Nutricional (Rede Pessan), quase 20 milhões de brasileiros afirmam que passam períodos de até 24 horas sem ter o que comer. Cerca de metade da população – 116,8 milhões de pessoas – atualmente sofre atualmente de algum tipo de insegurança alimentar.

São dados muito preocupantes, que revelam uma grande deficiência da sociedade brasileira, gerando graves prejuízos à saúde e ao desenvolvimento adequado dos brasileiros. Por razões como essa, datas como o Dia Mundial da Alimentação são tão importantes, para gerar essa conscientização na população no poder público, com o intuito de combater essa realidade.

Receba novidades no seu e-mail

Ipgs nas redes sociais